Gestão de tempo e produtividade: 5 maneiras de melhorar na sua empresa

Gestão do tempo e produtividade

Para falar da relação entre gestão do tempo e produtividade, vamos começar falando sobre tarefas! Você sabe qual é a diferença entre uma tarefa importante e outra urgente? A primeira está relacionada ao valor agregado da atividade, enquanto a segunda diz respeito ao prazo para realizá-la.

A questão é que toda empresa possui tarefas importantes no seu dia a dia, mas são poucas aquelas que precisam lidar com a urgência. A diferença está na qualidade da gestão de tempo.

Quando aquela tarefa burocrática parece a coisa mais importante do mundo, é sinal de alguma coisa está errada. O resultado, muitas vezes, é que os colaboradores não conseguem mais priorizar as tarefas vitais e o desempenho de toda a empresa fica comprometido.

Por isso, resolvemos trazer, no post de hoje, uma lista com 5 maneiras para melhorar a gestão de tempo e produtividade.

Confira tudo logo a seguir!

1. Identifique os gargalos de produção

Em primeiro lugar, é preciso identificar quais são os “ladrões de tempo” na sua empresa, ou seja, os gargalos de produção. Basicamente, estamos falando de processos ineficientes ou dispensáveis que acabam tomando bastante tempo, geram retrabalho ou, simplesmente, desperdiçam recursos desnecessariamente na sua empresa.

Os processos do negócio precisam ser limpos, caso contrário, há uma redução na qualidade da gestão de tempo e produtividade.

2. Invista em tecnologia

A tecnologia pode ser uma poderosa aliada na melhoria do desempenho da gestão de tempo e produtividade. Hoje, há uma série de sistemas que podem auxiliar bastante o gestor a controlar todas as suas atividades.

Um exemplo são os serviços de gerenciamento de horas de trabalho, que podem ajudar o empreendedor a gerir melhor as equipes e otimizar as atividades. Esse controle é a chave para conseguir aumentar a produtividade do seu negócio.

3. Defina metas claras

Como vimos na nossa introdução, é importante que você saiba priorizar as tarefas realmente importantes.

Para isso, é fundamental estabelecer metas claras. Assim, você sabe exatamente qual será o seu norte e não perderá o foco.

Existe um padrão para a criação de metas que pode auxiliá-lo bastante. É o padrão SMART, que, em português, pode ser traduzido como padrão inteligente. Basicamente, essa é uma sigla em inglês que contém todos os elementos que devem estar presentes em uma meta para que ela seja realizável. Ele deve ser específica, mensurável, atingível, relevante e temporal.

4. Estabeleça pausas estratégicas

Tão importante quanto realizar as tarefas é saber a hora de pausar. É fundamental que você agrupe tarefas por afinidades. Uma atividade mais intelectual, por exemplo, não pode ser executada logo depois de uma braçal, pois o estresse causado pela primeira pode afetar o rendimento da segunda.

Toda tarefa possui características próprias e desgastam o profissional de maneiras diferentes. As pausas são fundamentais para que a energia despendida com uma das atividades não contamine a seguinte. Assim, você estará sempre renovado, dando o máximo de si.

5. Aprenda a dizer não

É preponderante que todos os colaboradores aprendam a dizer não para tarefas ou demandas que não fazem sentido no contexto da empresa. Muitas vezes, buscando agradar a chefes ou clientes, os funcionários tomam para si atividades em excesso e, por consequência, ficam sobrecarregados, cansados e menos produtivos em cada uma dessas tarefas.

Gostou das nossas dicas de hoje? Então que tal conferir 4 erros de gestão de tempo que você e sua equipe devem evitar? Acesse o link e confira agora mesmo!


Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>