2 métodos de gestão do tempo

Existem pessoas que têm uma agenda lotada e, mesmo assim, conseguem dar conta de tudo. Por outro lado, há aquelas que se frustram todos os dias por não ter conseguido fazer nem um terço das atividades que deveriam. Tem algo errado, não é mesmo? Isso é a falta de métodos de gestão do tempo.

É bem verdade que, dependendo do que estamos fazendo, o tempo parece passar mais rápido ou mais lentamente. Mas, independentemente disso, conseguir gerenciar o tempo adequadamente é algo fundamental para a carreira profissional de qualquer pessoa. Pensando nisso, preparamos este post para mostrar alguns métodos de gestão de tempo que você precisa conhecer. Vamos lá?

Metodologia GTD

Baseia-se na identificação das etapas a serem vencidas. Não dá importância às prioridades. Também passa pelo pressuposto de que atividades que gastam menos de 2 minutos devem ser feitas imediatamente.

A metodologia GTD se baseia na “arte de fazer acontecer” (gettings things done). É um sistema inovador tanto para vida pessoal quanto profissional. Criada pelo consultor americano David Allen, essa técnica apresenta soluções para transformar a agitação do dia a dia e as incertezas em um sistema de produção bem afastado do estresse.

Como resultado, há o alívio da sensação da sobrecarga, criando foco, clareza e confiança. É um método que ajuda a melhorar a qualidade de vida, gerar resultados para a empresa e para a vida pessoal.  O GTD pode ser utilizado com vários softwares de gerenciamento de atividades. Os mais utilizados são o Outlook, Google e Lotus Notes.

Como praticar os métodos de gestão do tempo?

Para realizar esse método, você precisa tirar da cabeça as pendências e registrá-las em um sistema confiável. Depois, analise as pendências. Se elas levarem menos de dois minutos, execute-as imediatamente. Caso contrário, coloque em uma lista de acordo com o contexto e defina quando você vai realizá-las.

Em seguida, realize a próxima tarefa. Ao finalizá-la passe para a próxima. Se aparecerem novas pendências, coloque-as na caixa de entrada. No final da semana, faça uma auditoria na caixa de entrada e separe as tarefas, revisando as listas.

Mensure quanto tempo gasta em cada tarefa

É importante entender quais são as tarefas que levam mais tempo para serem executadas. Será que em grande parte do seu tempo você utiliza apenas “apagando incêndios”, ou para tarefas de maior importância? Para ter esse controle, o famoso “Timesheet” pode ser uma grande aliada. Crie projetos, liste tarefas e utilize o cronômetro para marcar a quantidade de horas para determinado objetivo.

 

 

Técnica Pomodoro

Baseia-se na concepção de que pausas frequentes podem aumentar a agilidade do cérebro, buscando amenizar a ansiedade no decorrer do tempo. A metodologia Pomodoro foi desenvolvida pelo italiano Francesco Cirillo por volta de 1980 e usa um cronômetro para fracionar o trabalho em períodos de 25 minutos.

O método Pomodoro é simples e fácil, ajudando a manter a pessoa focada na atividade e evitando distrações.

Como praticar métodos de gestão do tempo?

Primeiro, escolha a tarefa que será executada e o Pomodoro (alarme) deve ser ajustado para 25 minutos. Trabalhe na tarefa até que o alarme toque. Nesse momento, faça uma pausa curta (de 3 a 5 minutos). Faça uma pausa mais longa (de 15 a 30 minutos) à cada quatro “pomodoros”.

Há muitos outros métodos de gestão do tempo como mapa mental, criado pelo britânico Tony Buzan,  técnica do post-it ou uso de ferramentas que facilitam e automatizam essas tarefas. O importante é que você encontre o melhor método de gestão de tempo para você, pois, um profissional que sabe gerir suas atividades e faz uso da gestão do tempo correta está encaminhando o desenvolvimento de sua carreira.

E então, que outra técnica você acrescentaria ao nosso post? Escreva nos comentários e confira também o nosso post sobre a importância da gestão de tempo de seus funcionários!

 


Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>